AGORA É LEI: A presença de Profissionais de Odontologia nas unidades de terapia intensiva (UTI) no Estado de Mato Grosso do Sul, denominada de Lei 5.163/18.

//AGORA É LEI: A presença de Profissionais de Odontologia nas unidades de terapia intensiva (UTI) no Estado de Mato Grosso do Sul, denominada de Lei 5.163/18.

AGORA É LEI: A presença de Profissionais de Odontologia nas unidades de terapia intensiva (UTI) no Estado de Mato Grosso do Sul, denominada de Lei 5.163/18.

 

No dia 14/08/2018 Membros do CRO-MS e da Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas – Seção Mato Grosso do Sul / ABCD-MS, além de vários Cirurgiões Dentistas, estiveram presentes na sessão da Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul, para apoiar o veto PL 59/2017, que dispõe sobre a Obrigatoriedade da presença de Profissionais de Odontologia  nas unidades de terapia intensiva. O veto foi “Derrubado por unanimidade”, pois os Deputados Estaduais entenderam após diálogo, a importância da presença e atuação de CDs  nas UTIs na manutenção da saúde oral dos pacientes.

Foi uma grande conquista  para Odontologia de Mato Grosso do Sul e para a população. O CRO-MS há um ano vem trabalhando nesse assunto e hoje se tornou  uma realidade. A ABCD-MS apoia e parabeniza essa ação.

A Lei foi publicada dia 21/03/2018. Após a promulgação no diário oficial do Estado, serão concedidos 120 dias de prazo para que os hospitais se adaptem a nova medida.

2018-03-26T16:12:20+00:00 março 26th, 2018|Categories: Sem categoria|0 Comentários