PALAVRA DO PRESIDENTE

///PALAVRA DO PRESIDENTE

PALAVRA DO PRESIDENTE

 

Nosso papel em prol da Odontologia e
por mais saúde bucal à sociedade

A Odontologia sempre terá motivos para mobilizar a categoria em prol de
seus profissionais e da população e não deixa de fazer esforços nessa
direção. Neste novo ano que se inicia, celebramos uma nova edição do
CIOSP 2019 com a tradicional qualidade que une a ciência e a indústria da
Odontologia brasileira e que deve superar os 100 mil participantes, com
sucesso garantido ano a ano. É a maior representação nacional e
internacional do Brasil perante nossa sociedade e perante ao quadro
internacional. A todos, nosso desejo para que o 37º CIOSP seja profícuo
à atualização profissional e ao desenvolvimento da indústria nacional,
com bons resultados de negócios.

Destaco neste espaço, também, dois temas que devem nortear nossa
atenção e que engrandecem o papel de nossos cirurgiões-dentistas frente
à sociedade. A Câmara Municipal de Santos (SP) aprovou dia 15 de novembro
último lei que prevê a assistência odontológica integral e universal,
incluindo prevenção, recuperação e reabilitação individual e coletiva
naquela cidade. Desta forma, a medida – proposta por nosso colega Brás
Antunes – significa que a Saúde Bucal da população deverá ser cuidada
de modo permanente, independente da troca de governos, um antigo sonho da
Odontologia que começa a delinear-se, servindo de exemplo a outros pontos
do Brasil.

Por outro lado, ao chegarmos ao fim de mais um ano não poderíamos deixar
de enaltecer o valoroso trabalho de nossos profissionais voluntários, que
há cinco anos trabalham lado a lado da ABCD dando suporte ao atendimento
na Campanha Sorria para a Vida. São quase 800 profissionais que já doaram
sua expertise e seu tempo na árdua tarefa de prevenir o câncer bucal em
ações gratuitas promovidas por nossa entidade. Com eles a ABCD já
atendeu mais de 25 mil pacientes e diagnosticou precocemente 1.856 lesões
suspeitas, encaminhadas para exames aprofundados e tratamento, se
necessário. A todos eles a nossa gratidão e a expectativa de que possamos
continuar a missão de cuidar da saúde bucal de nossa população.

Ainda, uma boa notícia nos traz esperanças de melhorias concretas para a
saúde integral e à saúde bucal da população brasileira, mas que,
segundo os especialistas, ainda está longe de ser o ideal: a assinatura no
final de novembro, em Brasília, do acordo para a redução do açúcar em
alimentos processados. Conforme anunciado, serão 144 mil toneladas de
açúcar a serem retiradas dos alimentos industrializados até 2022. A ABCD
vê a medida como um primeiro passo que deve receber o incentivo da classe
odontológica. O acordo deve, porém, ampliar-se e perseguir metas efetivas
que realmente contribuam à saúde integral e à saúde bucal da sociedade
brasileira.

Um 2019 de fortalecimento à classe odontológica, em todas as suas
frentes e na magnitude dos nossos mais de 312 mil cirurgiões-dentistas.
Juntos seremos sempre mais fortes em direção às conquistas da categoria
e em benefício da população brasileira.

Silvio Cecchetto
Presidente da ABCD

2018-12-11T14:03:26+00:00 dezembro 11th, 2018|Categories: Eventos, Notícia|0 Comentários